Em 1981, sob o comando de Olívia Yoshikawa, surgia o Box 140, conhecido como Distribuidora Agrícola Princesa D’Oeste, uma pequena empresa no Ceagesp, que atuava somente no setor de legumes.

Em 1987, seu filho caçula Leonardo Nishino, com apenas 13 anos de idade, começaria a frequentar o Ceasa para ajudar sua mãe. Naquela época, havia um senhor que comprava frutas, legumes e verduras para o extinto Hospital Italo Brasileiro Humberto Primo. Este senhor, como não tinha tanta disposição para as longas caminhadas no Ceagesp, sempre dava boas gorjetas àquele mesmo menino de 13 anos, que saía correndo atrás dos melhores preços para sua mercadoria. Nesse momento, surgiria a ideia de transformar a União Agrícola Princesa d’ Oeste em uma Distribuidora.

A empresa perseverou, contornou os obstáculos e, após 37 anos sob a gestão de Leonardo e seu irmão Flávio, junto a uma equipe de trinta funcionários, transformou-se em uma próspera distribuidora de hortifruti, atuando fortemente na distribuição de produtos frescos e selecionados para as mais importantes empresas, escolas, hotéis e restaurantes do estado de São Paulo.