Entre as novidades deste ano, estão a Vila Gastronômica e o Circuito Gastronômico organizados em parceria com a Abrasel

alt


O Arraial de Belo Horizonte ganhou novos ares em sua 40ª edição. A Belotur (Empresa Municipal de Turismo de BH) investiu em melhorias para tornar o festejo mais atrativo em 2018. No longo prazo, a ideia é transformar o evento em um produto turístico da cidade.

A iniciativa tem a ver com a nova roupagem que a promoção turística de BH ganhou no ano passado, chamada de “Belo Horizonte: surpreendente”, na ocasião do 120º aniversário da cidade.

As principais novidades da festa são voltadas para a valorização da gastronomia local. A Belotur reuniu entidades como Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), Frente de Gastronomia Mineira e faculdades de Gastronomia (SENAC, Promove, UMA e Estácio de Sá) para criar o concurso “Prato Junino”.

Cada faculdade elaborou um prato típico junino e os favoritos foram comercializados no Arraial. O evento também contou com uma nova Vila Gastronômica, organizado pela Abrasel em Minas, formado por barracas de comida e mesas para o público. Fora do evento, a Belotur, também em parceria com a Abrasel, elaborou o “Circuito Gastronômico Arraial de Belo Horizonte”, em que 23 bares e restaurantes da cidade disponibilizaram uma opção junina em seus cardápios.

Para o presidente da Belotur, Aluizer Malab, o foco na gastronomia tem muita a ver com as características da própria cidade. “Em Belo Horizonte, nós temos uma relação muito próxima com a gastronomia. É uma frente importante para o turismo, um dos nossos pontos mais fortes para conquistar cada vez mais visitantes”, explicou.

Recentemente, o Arraial foi reconhecido como uma das 5 principais festas juninas do Brasil pelo Ministério do Turismo, ao lado de Bragança (PA), Campina Grande (PB), Corumbá (MS) e São Luís (MA). Para receber esse título, os festejos precisam oferecer uma experiência junina completa, que envolva dança, shows e gastronomia.

Um dos maiores atrativos do evento mineiro é o Concurso Municipal de Quadrilhas. O funcionamento da competição é muito parecido com o dos desfiles de carnaval. Há o Grupo de Acesso e o Grupo Especial, e os espetáculos contam com cenografia, figurino e coreografias. Neste ano, 37 quadrilhas se apresentaram e garantiram uma torcida animada na plateia lotada.

Para completar a experiência junina, sempre há um show musical que encerra as noites do Arraial. Neste ano, o entretenimento ficou por conta das duplas Nolli & Brothers, Rick & Ricardo e Bruno & Marrone.

Fonte: Brasil Turismo