Segundo analista da Euromonitor SP, a demanda de consumidores faz com que estabelecimentos do setor de alimentação fora do lar busquem por cardápios mais “naturais”, seja nos ingredientes escolhidos ou na preparação dos pratos

altSaudabilidade, uma palavra que está na moda, mas que nem todos sabem o seu real significado. É um conceito amplo que vai além da definição que os dicionários fornecem: “qualidade do que é saudável”. Para explicar a relação entre saudabilidade e comer fora de casa, Marília Danelon Borges, analista de pesquisa da Euromonitor São Paulo, sobe ao palco do Fórum Gestão à Mesa, no dia 13 de junho. Na ocasião, ela se junta à Hamilton Henrique, sócio da rede Saladorama, do Rio de Janeiro.

A consultora explica que, atualmente, alimentar-se de forma saudável é o que grande parte da população busca. Uma boa justificativa está na mudança de comportamento dos brasileiros nos últimos anos. “Estamos mais informados e conscientes sobre nosso papel, nos cuidados com nossa própria saúde. Hoje, nos preocupamos mais com o corpo e com nossos hábitos de vida, nos impulsionando a procurar por alimentos que ofereçam benefícios à nossa saúde e proporcionem bem-estar”. É justamente esta nova tendência que vem sendo chamada de saudabilidade.

Ainda é cedo para saber se é uma tendência sem volta, ela diz. Mas a demanda de consumidores faz com que estabelecimentos do setor de alimentação fora do lar busquem por cardápios mais “naturais”, seja nos ingredientes escolhidos ou na preparação dos pratos.

Fast Food também pode

Embora não soe convencional em um primeiro momento, não há nada de errado, segundo Marília, em dizer que um restaurante do segmento fast food possa buscar por saudabilidade. “É uma questão muito ligada à qualidade do alimento que estamos ingerindo, mesmo quando saímos de casa, por exemplo, para comer um hambúrguer com bacon, que é rico em gordura. Associamos isso a saudabilidade se entendermos que é um bacon com uma procedência de qualidade e bem preparado”, diz.

Marília explica cada vez mais há redes de restaurantes que estão tratando de maneira transparente com os consumidores a questão de origem e procedência dos produtos manipulados. “Isso reforça – a quem consome os alimentos – que as ofertas daquele determinado menu são de maior qualidade. Ultrapassa uma mera ação de marketing”, finaliza.

Para conferir de perto as valiosas dicas de Marília Danelon Borges, inscreva-se no Fórum Gestão à Mesa. Os associados Abrasel têm 25% de desconto nas inscrições. Saiba mais no site da Abrasel.

Sobre o evento

Este ano o evento acontece nos dias 13 e 14 de junho, no Expo Center Norte, em São Paulo. Serão cerca de 13 palestras e painéis, divididos em duas linhas: “Estratégia, tendências e visão macro” e “ Gestão e Inspiração”. O Fórum Gestão à Mesa é uma realização da Abrasel e da Fispal Food Service com patrocínio da Cielo e apoio da Infood e Euromonitor International.

Semana da Alimentação Fora do Lar

Entre os dias 11 e 15 de junho, a atenção dos principais empresários e lideranças do setor de alimentação fora de lar do Brasil estará focada em São Paulo. É quando a Abrasel realiza o Encontro Nacional Abrasel - Semana da Alimentação Fora do Lar, que conta com o patrocínio da Ambev, Ibravin, Souza Cruz, Stone e Sodexo. A semana tem uma série de eventos essenciais para gestores e profissionais desse mercado: a Fispal Food Service com o exclusivo Lounge Abrasel, que conta com patrocínio da Ambev, Rational, Stone, Sodexo e PMI. Há também o Fórum Gestão à Mesa e o Lounge do Vinho – todos em parceria com a Fispal.


Serviço:
Semana da Alimentação Fora do Lar
11 a 15 de junho
Solenidade de abertura: 11 de junho
Fispal Food Service 2018: 12 a 15 de junho
Mais informações em fispalfoodservice.com.br
Fórum Gestão à Mesa: 13 e 14 de junho
Mais informações em abrasel.com.br/forum-gestao-a-mesa