Responsável por revolucionar a noite paulistana, empresário conta em “Empreendedorismo para subversivos” como os erros que cometeu no passado podem ensinar pessoas que têm o próprio negócio


Entre em um bom colégio. Tire boas notas. Escolha, ainda adolescente, a profissão que te definirá pelo resto da vida. Estagie em alguma multinacional de nome reconhecido pelos seus familiares. Trabalhe 12 horas por dia e fique exausto até o limite de suas forças. Vista a camisa!

Segundo o empresário da noite paulistana Facundo Guerra, todas essas são armadilhas das quais temos que escapar. Para provar essa teoria, ele lança, no início de novembro, o livro “Empreendedorismo para subversivos”, pelo selo Planeta Estratégia, da Editora Planeta.

Eleito em 2016 um dos cem empreendedores mais influentes do mundo pela revista norte-americana Good Magazine, Facundo está por trás de uma série de projetos bem-sucedidos na noite paulistana, como bares, restaurantes e casas noturnas. Entre eles, o Vegas, que durou seis anos e ajudou a formar a região hoje conhecida como Baixo Augusta; o Lions Nightclub; o Club Yacht; o Cine Joia; o bar Riviera e o badalado Mirante 9 de Julho.

Ao longo da obra, Facundo mostra, de modo descontraído e totalmente informal, como ser um empreendedor sem gravata e sem clichês e como encontrar o seu próprio caminho. Os primeiros capítulos são destinados a discutir se empreender é mesmo uma boa ideia – e o que deve ser considerado antes de abrir o próprio negócio. Para ele, antes de tudo, é preciso empreender pelas razões certas, e não apenas pelo dinheiro.

“Produzir com propósito pode aumentar expressivamente as chances de seu negócio dar certo. Se ele não der certo do ponto de vista financeiro, dará certo em algum outro campo: capital social, vaidade, busca por excelência, ego ou sentimento de grandeza, sentido de sua vida, reputação e aprendizados diversos”, defende.

Em seguida, ele conta como a própria experiência em São Paulo pode servir de exemplo e como jovens empreendedores podem aprender com os erros que cometeu ao longo de sua trajetória. “Escrevo um livro que gostaria de ter lido quando comecei a empreender, o que teria me poupado muita energia e algumas cicatrizes a menos”, acrescenta.

Já as últimas páginas funcionam como um guia resumido sobre a ciência do empreender, com dicas e lições para quem quer se aventurar nesse mundo Segundo Facundo Guerra, a diferença entre um empresário e um empreendedor é simples: o empreendedor sabe que existem outras grandezas além do dinheiro.

Com 239 páginas, “Empreendedorismo para subversivos” pode ser encontrado no início de novembro nas principais livrarias do país.

Sobre Facundo Guerra

Eleito um dos cem empreendedores mais influentes do mundo pela revista norte-americana Good Magazine, Facundo Guerra é engenheiro de alimentos, jornalista, mestre e doutor em Ciência Política pela PUC-SP. Em 2005, resolveu declarar independência e iniciar a construção de uma série de projetos bem-sucedidos na noite paulistana, entre bares, casas noturnas e restaurantes. Em 2015, recebeu o prêmio de cidadão de São Paulo pelo site Catraca Livre.

Serviço

Título: Empreendedorismo para subversivos

Autor: Facundo Guerra

Selo: Planeta Estratégia

 

Páginas: 239
Preço sugerido: R$ 41,90
Site: www.planetadelivros.com.br